Wednesday, January 24, 2018

Reservas Lightalive (Parte 2)



                                   Reserva Lightalive «Quintinha de Paços de Ferreira»


Trata-se de uma quintinha, onde se cultiva vinha, produtos horticolas e onde existe um pequeno relvado (o uso de químicos, está a ser reduzido, para permitir a sobrevivência e a recuperação de uma pequena população de pirilampos presente neste pequeno espaço).

Várias fêmeas e larvas de Lampyris sp. têm sido fotografadas e observadas, desde há 7 anos.
Existem zonas escuras, protegidas da luz artificial.

Curiosidades/Peculiaridades: Foi instalada luz LED, na iluminação pública da região.
Aqui seguem duas fotos desta nova reserva: 


Larva de Lampyris sp.


Fêmea adulta de Lampyris sp.




                                             Reserva Lightalive «Quinta do Roseiral»


Situada na região de Coruche, tem sobretudo um bosque misto de zambujeiro, carvalho-cerquinho e sobreiro, que se encontra em expansão. 
Depois também estão presentes a esteva (Cistus ladanifer), a espécie Serapias strictiflora,  uma espécie de Lavandula, e mais outras tantas espécies.
Aqui existem espécies de mamíferos como o javali, a raposa, a lebre, o coelho-bravo, o mangusto, o rato do campo, o rato-cego-mediterrânico, etc...
Aves de rapina diurnas e noturnas presentes nesta reserva (seja de forma ocasional ou permanente): águia-calçada (Aquila pennata), águia-de-asa- redonda (Buteo buteo), gavião (Accipiter nisus), abutre-preto (Aegypius monachus),  grifo (Gyps fulvus), bufo-real (Bubo bubo), mocho-galego (Athene noctua), mocho-d´orelhas (Otus scops),  coruja-das-torres (Tyto alba), coruja-do-mato (Strix aluco), entre outras.
Nesta reserva estão presentes as seguintes espécies de pirilampo: Lamprohiza paulinoi, Nyctophila reichiiLampyris iberica, Lampyris noctiluca, Luciola lusitanica e Phosphaenopterus metzneri.
Curiosidades/Peculiaridades: Existem aqui charcos temporários mediterrânicos, que são o habitat para vários anfíbios e outros tantos animais.
Aqui seguem umas fotos tiradas nesta reserva (e também se podem ver mais fotos aqui > ( link):

                       
                                                      Salamandra-de-pintas-amarelas


                              
Larva de Lamprohiza paulinoi



Chrysis sp.



Larva de Luciola lusitanica



Juvenil de Triturus pygmaeus



Epidalea calamita



Arion sp.


Hyla meridionalis



                                          Reserva Lightalive «Quintal da Tocha»


É um quintal situado em Cantanhede, que tem árvores de fruto de vários tipos e uma parte da sua área é utilizada para agricultura de subsistência.
Não é totalmente escuro à noite, devido à iluminação pública na zona, mas ainda tem alguns locais escuros.
Os pirilampos (Lampyris sp.) têm sido avistados (e fotografados desde 2013), sobretudo junto a paredes antigas e em canteiros com ervas baixas (rasteiras).
Um grande incêndio, assolou uma enorme área da freguesia local, em que consumiu sobretudo pinhal (pinheiro-bravo).
O fogo esteve a cerca 500 metros desta «microreserva».
Curiosidades/peculiaridades: Além dos pirilampos, ocorrem aqui, salamandras-de-pintas-amarelas, sapos- europeus, sardaniscas e ouriços-cacheiros.
Fotos desta reserva:


Salamandra salamandra gallaica



Ouriço-cacheiro



Fêmea adulta de Lampyris sp.



Fêmea adulta (Lampyris sp.)






11 comments:

Tânia Cardoso said...



Que espécies tão interessantes!

Pleia Des said...



Grande diversidade na Reserva Lightalive da Quinta do Roseiral e excelentes fotos!!

Pleia Des said...


Ah e bom achado na Tocha!

lightalive said...



Obrigado a todos.

Sim Pleia Des, e já estamos a identificar essa espécie.

mccosta said...



Boa tarde

Bonito de se ver, pois sou adepto da protecção da natureza!

Gostaria de dizer também que há 2 semanas vi pirilampos, perto de minha casa, numa zona com fetos e musgos (região de Amares).

Cumprimentos

Costa

lightalive said...


Boa noite Sr. Costa


Muito provavelmente deviam ser larvas de pirilampo.

Tirou alguma fotografia ou viu alguma coisa?


Obrigado desde já pelo testemunho.



mccosta said...


Boas noites

Eu consegui ver uma e pareceu-me ser um tipo de lagarta couraçada (parecia que tinha uma armadura vestida, como aquelas dos guerreiros antigos).

Tinha tons escuros e deitava uma luz verde.

Cumprimentos

mccosta said...


Se for também útil para os seus estudos, tinhamos tido muita chuva naquela altura... Lembro-me que o caminho estava cheio de poças.

lightalive said...


Boa noite mccosta

Pela descrição que me dá, não é possível dizer-lhe o que se trata...

Se um dia encontrar esses exemplares, tente tirar-lhes umas fotos.

Obrigado por tudo!



mccosta said...


Bom dia


Ok, a ver se entretanto encontro algum.


Cumprimentos

Rita Fernandes said...



Uma enorme e bela variedade...

A ver se conheço a Quinta Ecológica da Moita.