Saturday, June 19, 2010

Participe!





Foto:  http://papics.eu/blog/?tag=fenyszennyezes

Já viu algum pirilampo?
Tenho recebido algumas informações de avistamentos de vaga lumes e bioluminescência em geral. Mas relanço aqui o assunto. Quem já viu alguma forma de bioluminescência, por favor, envie-me um mail, pm ou até um «comment».Tente enviar uma resposta que responda às seguintes questões:


1- Local e hora do avistamento. (o mais pormenorizado que poder indicar, melhor).


2- Condições atmosféricas ( se estava a chover, húmido, seco, calor,etc...)


3- Condições de luminosidade do local ( tinha iluminação artificial perto, longe ou nenhuma, se sim de que côr era a luz).


4-Que tipo de luz emitia o pirilampo? Côr? Piscava ou mantinha-se sempe acesa? Pulsares?


5- Em que habitat estava o pirilampo? Floresta, campo, berma de caminho, etc... Diga-nos também (se souber) em que plantas o animal estava poisado ou a sobrevoar.


6- Por fim diga-nos o que é que o vaga lume estava a fazer? A comer, a acasalar, a descansar, a andar, a voar, etc...


As suas informações são muito importantes, pois muito pouco se sabe sobre estes animais misteriosos. Pode também dar um relato mais sintético sem responder a algumas das questões.
Se poder tirar uma foto, agradecemos.
Pode também pedir-nos referências para a identificação de espécies em Portugal.

Em muitos locais se assiste a diminuição notória dos seus números e assim se vai perdendo um dos maiores espectáculos da natureza.

Envie email de preferência para : livinglightfestival@gmail.com

Obrigado!


Surgem os primeiros pirilampos adultos de verão



                        AndreasC (flickr)



Enquanto em alguns locais, os pirilampos primaveris ainda aumentam de número, em outras regiões já se nota um decrescimento. Nestas zonas, entretanto, já surgem os primeiros pirilampos estivais a ocupar os campos...
Em geral, são de maior tamanho, com uma luz maior e normalmente os insetos avistados, no solo, são as fêmeas adultas que brilham para atrair um parceiro.
Ontem foi vista uma fêmea de Nyctophila reichii de grande tamanho a produzir uma luz verde com boa intensidade.
Este é um sinal, de que era um exemplar com boa saúde.
Ainda é cedo, contudo, para fazer um balanço do número de pirilampos avistados este ano, em relação aos anos anteriores.